MediaPrimer

2017-07-21
MediaPrimer e ProcessNet promovem a mobilidade inclusiva

Promover a mobilidade inclusiva é o grande objectivo no projecto EASY.ACCESS, liderado pela MediaPrimer e que tem como parceiro a ProcessNet, que visa o desenvolvimento de conhecimentos específicos e a aplicação prática nas áreas de acessibilidade e dos sistemas de informação inclusivos baseados na localização.

Enquadrado no projecto âncora TICE.MOBILIDADE (Sistemas de Mobilidade Centrados no Utilizador), que visa o desenvolvimento de produtos tecnológicos inovadores para melhorar a mobilidade dos cidadãos em zonas urbanas, o EASY.ACCESS vai utilizar uma plataforma agregadora de informação e serviços de transporte multi-modal, articulada com os vários meios de transporte e operadores, que possibilitará o planeamento de trajectos com selecção multicritério, nomeadamente para cidadãos com necessidades especiais.

Para além da mobilidade nos espaços metropolitanos ser hoje uma realidade muito complexa, marcada pela crescente utilização de transporte individual e pela ineficiência do transporte colectivo, com especial relevância na resposta às pessoas com necessidades especiais, também a falta de cooperação e comunicação eficaz entre os diferentes operadores de transporte público, no que refere à integração da informação dos seus serviços, é uma lacuna a explorar principalmente ao nível da limitação no direito de decisão do cidadão sobre as suas escolhas de transporte. Perante este enquadramento, o consórcio acredita que o EASY.ACCESS funcionará como meio auxiliar à mobilidade de todos os cidadãos, em particular dos que têm necessidades especiais ou mobilidade reduzida, permitindo a escolha de transporte através de uma efectiva comunicação da informação”, referiu José Carlos Teixeira, CEO da MediaPrimer promotora líder do projecto.

Qualquer cidadão poderá aceder à plataforma EASY.ACCESS através de várias interfaces de consulta de informação: easy.accessWEB, para utilização em ambiente desktop através de um navegador, easy.accessMOBILE, para utilização em ambiente móvel através de uma aplicação específica, ou easy.accessOUTDOOR - aplicação de consulta e visualização para ambiente público destinada a locais específicos de grande afluência, como hospitais, estações e paragens de transportes. Esta aplicação terá uma interface táctil permitindo uma rápida e simples interacção com o sistema.

Todas as interfaces estarão dependentes do componente chave da plataforma EASY.ACCESS, responsável pelo processamento de dados - easy.accessPLANNER ou planeador de viagens. O easy.accessPLANNER será, como explica José Carlos Teixeira, “uma peça chave de todo o projecto, uma vez que estará ligada a todas as interfaces previstas e permitirá a optimização das deslocações de cada cidadão, utilizando todos os meios de transporte disponíveis”. No EASY.ACCESS o cidadão poderá definir o seu perfil, indicar as necessidades especiais que possa ter e as suas preferências, nomeadamente locais de partida e chegada, limitações em termos de horários, tipo de mobilidade (imediata ou programada) ou tipos de transporte em que está interessado (regulares, não regulares, não convencionais). O sistema considera todos estes parâmetros no processo de cálculo e devolve, em função da disponibilidade de transportes e das condicionantes existente, a especificação de todo o percurso a efectuar com a indicação das alternativas para a viagem nos vários tipos de transporte, os tempos previstos para a viagem, o custo, o número de transbordos, o número de meios a utilizar e a distância a percorrer a pé. Toda a informação disponibilizada, em qualquer uma das interfaces, estará sempre contextualizada no tempo e no espaço do utilizador (informação georreferenciada e em tempo real) e será sempre apresentada de modo adequado às necessidades de cada um dos utilizadores, respeitando o nível AAA das acessibilidades Web.

Não só se prevê que a plataforma EASY.ACCESS possa vir a permitir a realização de reservas de veículos especiais e pedidos na hora, como também possa vir a ser enriquecida com informação contextual e adjacente à oferta de transportes, geradora de necessidades de transporte.

Este projecto conta também com a participação de outras entidades parceiras, nomeadamente o Instituto Nacional para a Reabilitação (INR) e a Agência para a Sociedade do Conhecimento (UMIC) que, nas fases de avaliação de requisitos de utilização, especificação funcional, validação das funcionalidades do sistema e respectivos testes serão uma mais-valia e um contributo essencial para o sucesso deste projecto.

A MediaPrimer tem uma larga experiência no desenvolvimento de soluções que cumpram os critérios de acessibilidade Web por cidadãos com necessidades especiais, de que se destaca a longa parceria com a UMIC, nomeadamente no desenvolvimento da Rede Solidária que é constituída por mais de 280 pontos de acesso à Internet pertencentes a organizações não-governamentais de e para pessoas com deficiência, idosas ou em risco de exclusão.